Blog de Treinamento e Desenvolvimento Organizacionais

Like this blog?

Subscribe to get more articles.

Por Que uma Cultura de Alta Performance Começa e Termina com a Liderança

Por Paul Goyette em 03 de Novembro de 2016

para-criar-uma-cultura-de-alta-performance.pngEmbora algumas pessoas possam dizer que é difícil definir a palavra “cultura”, principalmente no contexto de “cultura corporativa”, e apesar de ser verdade que a cultura está tão enraizada em uma organização que pode ser difícil descrevê-la, sabemos que é possível definir cultura como:

Comportamentos compartilhados e aprendidos que os membros da equipe seguem em todas as situações.

Quando falamos de uma “cultura de alta performance”, nós nos referimos a uma cultura na qual as equipes estão altamente focadas em atingir as metas e superar as expectativas, utilizando o potencial máximo (não apenas 70% dele). Para criar uma cultura de alta performance, é preciso ter uma liderança forte para definir as iniciativas. Saiba por quê.

Líderes dão o exemplo

Ótimos líderes demonstram os comportamentos que eles esperam das equipes. Se quiser que sua equipe se dedique a uma meta específica, como melhorar o atendimento ao cliente, ultrapassar as cotas de vendas e aprender novas habilidades, você precisará personificar essa dedicação. Digamos que você decida implementar um sistema de feedback “de baixo para cima”, no qual os colaboradores avaliam a performance do gerente. Como líder, você deve pedir esse feedback sobre seu trabalho antes de dar essa instrução para os gerentes e suas equipes. Dessa forma, os gerentes já terão participado do exercício e percebido seus benefícios. Ao liderar pelo exemplo, você incentiva a participação da equipe. Ao desenvolver uma cultura de alta performance na qual a liderança tem altas expectativas com relação aos membros da equipe, é importante que os próprios líderes demonstrem as características de alta performance, caso contrário, ninguém agirá dessa forma.

Líderes motivam as equipes

Para atingir as metas, as equipes precisam se sentir comprometidas e engajadas, e o líder deve motivar as equipes para que elas atinjam esse nível. Como um motivador, um líder mostra às pessoas que elas podem fazer a diferença na situação, que é possível atingir um objetivo e que atingi-lo será importante para o próprio indivíduo e para a empresa. Quando as equipes concordam com esses três itens, sentem-se totalmente engajadas a gerar resultados.

Faça download do guia: Liderança na Transformação da Cultura

Um líder motivacional deve ter uma personalidade carismática para atrair as pessoas e fazer com que elas desejem segui-lo e fazer parte de visões e planos mais amplos. Felizmente, é possível desenvolver o carisma. Veja 10 etapas para fazer isso:

  1.    Sorria com frequência e seja simpático.
  2.    Seja resoluto. Decida-se e mantenha essa decisão.
  3.    Mantenha-se bem informado. Faça pesquisas.
  4.  Ouça sempre. Permita que as pessoas se expressem por completo, sempre, antes de responder.
  5.    Tenha ideias. Esteja preparado.
  6.    Fale com clareza e convicção.
  7.    Incentive as pessoas.
  8.    Crie uma atmosfera descontraída. As pessoas gostam de se sentirem contentes.
  9.    Sempre fale a verdade.
  10.  Demonstre entusiasmo.

Ao avaliar seu comportamento nessas 10 áreas com frequência, você tem a oportunidade de desenvolver uma personalidade carismática e aplicar cada uma dessas áreas para motivar sua equipe. Lembre-se de que a motivação não deve ser reservada para o início ou para o final do dia. Motive as pessoas a qualquer momento, sem limitações.

Alta performance depende das metas estabelecidas pelos líderes

Só é possível atingir uma visão quando uma série de metas individuais são reunidas de forma lógica. Como essa visão mais ampla é definida pelo líder, as metas individuais também devem ser estabelecidas por ele. No entanto, metas gerais, como “aumentar as vendas”, não são boas o suficiente para ajudar sua equipe a atingir os resultados. Em vez disso, as metas devem atender a quatro requisitos. Elas devem ser:

  1.    Específicas: as metas devem ter um prazo específico e preciso – não confuso e flexível.
  2.    Mensuráveis: quando a meta é bem definida, há alguma maneira de medir os resultados.
  3.  Claras: as metas devem ser simples e claras para que sejam entendidas por todos. Em caso de dúvidas, todas as perguntas devem ser respondidas e a definição da meta deve ser esclarecida.
  4.   Orientadas à ação: as metas descrevem o que deve ser feito. Elas não devem expressar intenções ou desejos.

Após definir as metas, o trabalho do líder é garantir que os caminhos para atingi-las não ficarão obstruídos e que seguirão na direção certa. As instruções do líder são responsáveis por reforçar a visão e suas metas subjacentes, ajudando a equipe a se manter focada e ter um desempenho adequado.

Líderes oferecem autonomia às equipes e aos indivíduos

Em equipes de alta performance, os indivíduos usam seus conhecimentos e habilidades para contribuir ao máximo. Para agir dessa forma, eles precisam trabalhar em um ambiente onde haja autonomia. Em um local assim, os líderes dizem qual é o objetivo, mas esses indivíduos têm a liberdade de determinar como as tarefas devem ser feitas. De fato, os colaboradores com autonomia melhoram os processos de negócios, porque as experiências de realização de tarefas diárias deles são diferentes daquelas da liderança. Quando os líderes reconhecem essa diferença, têm a oportunidade de aproveitar todas as habilidades dos colaboradores.

No entanto, uma equipe com autonomia ainda precisa ser gerenciada para garantir altas performances. Veja cinco etapas para fazer isso:

  1.    Inicie uma comunicação aberta, frequente e honesta.
  2.    Inicie uma conversa para identificar problemas, ideias e progressos.
  3.    Forneça e reforce uma visão e instruções focadas e claras.
  4.    Certifique-se de que um treinamento relevante seja oferecido.
  5.   Defina limites com clareza e, em seguida, permita que as pessoas ajam com liberdade dentro desses limites.

A combinação de equipes que têm autonomia com um líder que oferece orientação é o segredo para garantir altas performances sempre.

Líderes devem se comunicar com eficiência

Um ponto em comum de todas as lideranças de qualidade é a comunicação. Mensagens claras e simples ajudam a informar e instruir sua equipe para atingir os resultados.

Para se comunicar com eficiência, siga estas etapas:

  1.   Ofereça contexto: a pessoa que ouve não tem conhecimentos sobre o histórico (passado) e a visão (futuro). Com esse contexto, sua mensagem se torna mais lógica e informativa. Sem isso, a mensagem pode não ser entendida. Rapidamente, fale sobre o contexto essencial com as pessoas, mas se lembre de que você deve conversar com elas, não dar uma palestra.
  2.   Fale com base em seus conhecimentos: o que você fala deve ser confiável. Seu conteúdo deve se basear em informações precisas, verificáveis e convincentes. Quanto maior a credibilidade, maior será a eficácia da comunicação.
  3.  Fale com convicção e entusiasmo: as pessoas aprendem com as informações (cabeça), mas a emoção (coração) é necessária para que elas entrem em ação e se comprometam. Motivação é contagiante. Sua comunicação deve sempre motivar, não apenas informar.
  4. Simplifique: uma mensagem complicada é perdida. Menos informações, apresentadas com clareza e repetidas vezes, são absorvidas com mais facilidade pelas pessoas e, portanto, são mais eficazes.

Quando você estiver criando uma cultura de alta performance, saiba que uma liderança consistente é o grande alicerce para atingir os resultados. Sem um líder motivador, que estabelece metas e se comunica com a equipe com clareza, não é possível ter uma estrutura sólida.

principios-praticos-ferramentas-e-estrategieas-inscreva-se-aqui

Saiba mais: Faça o download do guia “Liderança na Transformação da Cultura”

Como líder, seu papel na gestão de mudança e na demonstração de comprometimento é importantíssimo para o sucesso e a mudança no longo prazo.

Descubra como liderar uma transformação da cultura com este guia.

Nele, você descobrirá:

  • O que significa transformação da cultura.
  • Como identificar a necessidade de uma transformação da cultura.
  • Quais os passos para começar.
  • Como fazer uma cultura transformada ser duradoura na sua empresa.

Preencha o formulário para obter sua cópia grátis agora.

Faça o download do guia “Liderança na Transformação da Cultura”

0 Comentários Seja o primeiro a comentar!