Blog de Treinamento e Desenvolvimento Organizacionais

Like this blog?

Subscribe to get more articles.

Como ensinar novos comportamentos - e não apenas habilidades - em treinamentos corporativos e como sustentá-los

Por Sue Wigston em 16 de Março de 2018

Motivação, Habilidade e Gatilhos

Teaching_New_BehaviorsMuitos programas de treinamento se concentram em ensinar habilidades – mas isso não basta para a conquista de resultados reais. Para serem realmente eficazes, os programas de treinamento devem ensinar novos comportamentos, e não apenas habilidades. Considere o modelo de mudança comportamental desenvolvido por Dr. BJ Fogg, fundador do Persuasive Tech Lab (Laboratório de tecnologias persuasivas) da Universidade de Stanford. De acordo com Fogg, a mudança de comportamentos ocorre somente quando três fatores se apresentam:
  1. Motivação: Qual é o incentivo ou o objetivo por trás da execução de determinado comportamento? Esse incentivo é algo que a pessoa deseja obter?
  2. Habilidade: Qual é a dificuldade para realização desse comportamento? 
  3. Gatilhos: Existe um sinal ou uma "faísca" que dará origem ao comportamento? 

Se a motivação da pessoa para apresentar um comportamento for alta, ela tende a executá-lo, mesmo que tenha dificuldade ou não esteja familiarizada. Por outro lado, a pessoa pode demonstrar um comportamento se a dificuldade for baixa, mesmo que sua motivação para tal seja baixa. Em todos os casos, o comportamento deve ser acionado por um "gatilho". 

 

Você pode se interessar também por: Segredos de treinamento e desenvolvimento  para mudar comportamentos e gerar rescimento organizacional

Fogg prossegue dividindo motivações, habilidades e gatilhos. Ele define que a motivação pode se apresentar em três "sabores" diferentes:

  1. Ter o prazer da recompensa ou evitar o sofrimento
  2. Inspirar a esperança ou reduzir o medo
  3. Garantir reconhecimento e aceitação social ou evitar a rejeição

As habilidades, porém, são influenciadas por fatores de “simplicidade”, segundo Fogg. 

  • Quanto tempo, dinheiro e esforço físico serão necessários para a execução de um novo comportamento?
  • O comportamento força alguém a sair de sua zona de conforto ou rotina? 

Os fatores de simplicidade determinam quanto de habilidade será necessário para a execução de um determinado comportamento.

Por fim, os gatilhos podem ocorrer em três formas: 

  1. Um facilitador: Um facilitador atua como gatilho do comportamento quando a motivação está em um nível elevado, porém a habilidade está em um nível baixo.
  2. Uma faísca: Uma faísca atua como gatilho do comportamento quando a habilidade está em um nível elevado, porém a motivação não está.
  3. Um sinal: Um sinal atua como gatilho do comportamento quando a habilidade e a motivação estão em alta.

Aqui está um exemplo de interação entre motivação, habilidade e gatilhos. Digamos que você queira que um gestor dê feedback imediato a seus subordinados diretos. Primeiramente, você deve explicar a importância do feedback imediato – por exemplo: essa prática ajuda os colaboradores a melhorar sua performance com muito mais rapidez, e isso ajuda seus departamentos a trabalhar com maior eficiência.

  • A compreensão do “porquê” motiva o gestor.
  • Em seguida, ensine o gestor ou a gestora a dar feedback de qualidade e acionável, otimizando assim sua habilidade. 
  • Por fim, defina um gatilho. Por exemplo: instrua o gestor a dar feedback a um colaborador em até 24 horas após a entrega da tarefa. O recebimento da tarefa atua como um gatilho que indicará que o comportamento deve ser executado.

Treinamentos tradicionais que se concentram na expansão de habilidades ou conhecimento usam do componente "habilidade" do modelo de Fogg – mas a motivação e os gatilhos são geralmente deixados de lado. Isso significa que os participantes dificilmente passarão por uma mudança de comportamento ou aplicarão suas novas habilidades após o treinamento. 

Como fazer os comportamentos durarem

Infelizmente, mesmo quando os participantes decidem adotar as mudanças de comportamento, essas mudanças não costumam durar muito. Devido à curva do esquecimento, geralmente ocorre uma perda de 70% do conteúdo absorvido durante o treinamento em até 24 horas após sua conclusão. Por isso, é importante desenvolver programas focados em ensinar aos participantes como mudar seus comportamentos e também em como sustentar esses comportamentos. 

A manutenção de um comportamento demanda a combinação da aprendizagem por meio de um conteúdo envolvente e um processo disciplinado após a sessão de treinamento para apoiar a aplicação desse novo conhecimento. Por isso, a Eagle’s Flight desenvolveu o Ciclo de Mudança de Comportamento em oito passos que suporta e alimenta os comportamentos após a mudança por muito tempo após o dia do treinamento. Os oito passos do ciclo são:

  • Diagnóstico: Trabalho proativo realizado para compreender a realidade atual da empresa.
  • Customização: O treinamento deve ser personalizado para as necessidades específicas da empresa e adaptado para o nível dos participantes.
  • Briefing executivo: O envolvimento da liderança e a conquista de seu apoio demonstram que o treinamento é realmente uma prioridade para a empresa.
  • Módulo de treinamento: Os participantes aprendem por meio de um modelo de aprendizagem interativo baseado em descobertas que os ajudam a modelar as mudanças de comportamento imediatamente. 
  • Retenção e coaching: O apoio de acompanhamento por meio de ferramentas de retenção, aprendizagem digital e coaching é tão importante quanto o próprio treinamento. 
  • Avaliação de desempenho: O treinamento nunca é uma ação isolada; o progresso dos participantes deve ser acompanhado e avaliado para assegurar a manutenção dos benefícios.
  • Próximo módulo: O ciclo é iniciado novamente com mais aprendizagem baseada em descobertas. 
  • Relatórios: Um ROI mensurável é o que separa um programa de treinamentos razoável de um programa altamente eficaz. Conheça o impacto de seu investimento por meio de relatórios personalizados. 

Os programas de treinamento que envolvem esses oito passos resultam em mudança permanente de comportamentos. O efeito da curva do esquecimento é reduzido e a mudança sustentada de comportamento leva a empresa aos resultados desejados.

Esta publicação foi extraída de nosso guia Segredos de treinamento e desenvolvimento para mudar comportamentos e gerar crescimento organizacional. Você pode acessar uma cópia do guia aqui.

segredos-de-treinamento-e-desenvolvimento-para-mudar-comportamentos

 

Lorem Ipsum

more information

Get Your Guide

0 Comentários Seja o primeiro a comentar!